sábado, 26 de março de 2011

Ao melhor estilo do ministro dos "corninhos"


O deputado Renato Sampaio, líder do PS do Porto e vice-presidente do grupo "para lamentar" do seu partido na assembleia da republica, consegue descer ao mais baixo e promove na sua página de Facebook esta vergonha (este link pode ficar indisponível se for bloqueado ou removida a imagem).

Quase tão grave, esta gente disposta a tudo para não perder os seus "tachos", consegue ainda fazer um comentário à imagem em que escreve "infelismente".
Ora, se mais alguma coisa fosse preciso dizer sobre esta "corja" que nos governou, eles próprios se encarregam de o fazer.


2 comentários:

joao disse...

OMFG

eles andam malucos, será que não se estão a conseguir colar em empresas publicas agora que vão embora????

tenho pena deste PS, que apesar de não ser um partido pelo qual morra de amores, sei perfeitamente que faz falta à politica nacional até pelo passado que tem

o problema disto é que actualmente só chegam ao cargos de poder desse partido os maus engenheiros, maus economistas, maus advogados .....

isto só la vai como já disse anteriormente com a redução de lugares na assembleia e com o aumento do ordenado de deputado para que os gestores a serio os advogados a serio e por ai fora, possam prescindir das suas profissões e assinem um contrato de exclusividade com a nossa assembleia e com a nossa democracia, enquanto isso não acontecer não me parece que consigamos dela retirar alguns que só trazem ma imagem para a politica (isto é a minha ideia)

já agora e não tem nada a haver com isto, gostei muito de ouvir o "Coelho" ontem, não atirou areia aos olhos dos portugueses e não prometeu mundos e fundos
só é pena não se auditar já as contas do estado português, acho que merecíamos todos saber a verdade e nenhum partido poderá afirmar que vai fazer x ou y sem saber o que se passa, por isso pela verdade politica e para nosso bem as contas do estado deviam ser imediatamente auditadas

Paulo Novais disse...

É de esperar, que entre as hostes socialistas, alguns sectores possam recorrer a uma luta/caracterização do adversário mais ofensiva e descredibilizadora.
Mas entre altos quadros dirigentes do partido ou de pessoas cuja imagem representam o mesmo, é de esperar decoro. É de esperar exemplo, civismo. Enfim é de esperar uma postura democrática.

Nota: para memória futura. O que acabei de escrever aplica-se a qualquer partido ou força democrática e seus dirigentes.