quarta-feira, 14 de julho de 2010

Hoje tive este pensamento


Ao dar a minha volta pela imprensa e pelas ultimas noticias, fui criando um sentimento (nada bonito, diga-se, mas inteiramente justificado)  em relação ao primeiro ministro. E a cada noticia que lia, ia sendo assombrado pelo pensamento. Bem, na verdade era mais um desejo do que um pensamento...

Como este é um blogue que é lido por crianças, em vez de exemplificar exactamente o que pensei, fica a alegoria na imagem (o frango é, claro, o nosso PM e também não era num limão que estava a pensar). Tirem as vossas conclusões.

Aqui ficam os links para as noticiais que li hoje:
Sócrates: "Não vejo nenhuma razão para não confiar no nosso país"
- infelizmente é o único.
Sócrates confiante nas reformas dos últimos cinco anos
- mais uma vez. Único.
Menos 1,6% de desempregados nos centros de emprego
- é sazonal, porra!
A crise já deixou de ser sentida apenas pelos que perderam o emprego
- ao tempo!
Moody's corta rating de oito bancos portugueses
- e não vamos ficar por aqui, suspeito.
PT/TVI: Parlamento discute conclusões da comissão de inquérito
- para quê. É só mais uma.
Oposição ataca Governo nas conclusões do Magalhães
- e mais outra.
PT/Vivo: Governo "fará intervenção que considerar oportuna"
- ??????.

20 comentários:

Rui Moreira disse...

Não concordo com este post porque acho que este governo não chega aos calcanhares de um franguinho com limão no cú :)


Agora mais a sério, isso está mesmo bravo...

Abraço.

Raquel disse...

Hoje a blogosfera anda muito "franganeira"...eu sei . São as inspirações dos tempos.....:))

Isa GT disse...

Isto de sermos ambos Caranguejo, talvez, justifique esta de, hoje, andarmos os dois a pensar em frangos, mas numa perspectiva diferente, nós é que vamos ficar depenados lol lol

Nuno Sá disse...

Quando falaste em frangos, ocorreu-me um outro pensamento...

Voltando ao tema, julgo q a pior crise ainda está para vir, essa epidemia chama-se:
CRISE SOCIAL!

Paulo Novais disse...

Hehehe
Touché Nuno. A partir de 15 de Agosto voltamos falar... :))

Quanto à crise social, não podias ter mais razão. Só acho que, de fininho, ela já entrou.

Este ano já tive oportunidade de fazer voluntariado no Banco Alimentar e, para além de ter aumentado muito a procura de ajuda do banco, soube de casos de pessoas que há pouco mais de 1 ano eram elas que contribuíam para o banco e que agora também dependem dele.
:((
Estamos a falar de muitos casos de casais novos, ambos desempregados!

Ze disse...

Sim sim...

Se o Governo é tão mau, tanto para os trabalhadores como para os patrões, e Sócrates é tão mentiroso e tão corrupto, que nome vamos dar aos deputados da oposição que mantêm estes bandidos a governar?
Vejo o debate na tv e não consigo excluir ninguém, que, de facto, sem fazer propaganda, consiga ser superior a Sócrates. Não consigo. Não há ninguém que lhe faça uma oposição forte com propostas ou críticas que façam minguar o PM. É a minha opinião.

Raquel disse...

Paulo: Assim em tom de desabafo para o chateado ...
Desde ontem , na tentativa de encontrar uma pessoa que "aceite " um emprego par 6 meses....recebi (até agora) 5 NÃOOOS!
Sabe que respostas recebi: " estou a receber o desemprego e ia de ferias...(de 3 delas) ....!

Sabe o que fiz a seguir?!

Não posso contar, depois toda a gente vai saber....e ficaria depenada antes do tempo, sendo que as razões da "depilação antecipada" é que são um pouco "paradoxais" .....

ps: Gosto muito mais de carangueijos do que de frangos ...:))

Já descomprimi! Até já!

Paulo Novais disse...

Olá Zé
Tens toda a razão. Realmente olhando para os lados (no meu caso só olho para um deles) não é fácil encontrar alguém que nos deslumbre e em que possamos fazer fé absoluta.
Mas sinceramente, neste momento acho que qualquer MERDA que se candidate a PM será muito melhor do que Sócrates. Porque ele não é só mau primeiro-ministro. Ele é, principalmente, uma má pessoa e mau ser humano. Mau carácter.
Por isso, pior, muito dificilmente ficaremos.
Venham as eleições antecipadas.

Paulo Novais disse...

Raquel,

Sei o que é isso.
Por isso acho que portugal é um país de subsidio-dependentes e serei sempre simpatizante de quem faça guerra a esta epidemia. E não me venham com o "estado social" blá, blá, blá...
Porque é possível ajudar as pessoas sem as manter. Porque ainda ontem ouvi um desempregado da AEROSOLES na TV a dizer que o PEC lhe ia reduzir o ordenado (ele está no desemprego!).
Porque as pessoas têm esta mania de que um subsidio temporário que é dado a troco de coisa nenhuma, é definitivo e tem a obrigação de a manter. Enquanto esta cultura não tiver fim, este país não tem solução.
Porque estamos a incentivar a inactividade e, não o que devia ser, a produtividade.
Mas podemos fazer mais do que desabafar. É que podemos protestar, denunciar, criticar, eu sei lá. Na leve esperança de que alguma coisa possa ir sendo feita para contrariar este porra.

Ze disse...

Pedir eleições sempre que o Governo não lhe convém é o significado do mais puro hipocrisismo que você pode demonstrar. Não falando sequer da falta de respeito aos eleitores no universo português. É má pessoa e mau ser humano como diz. Em que se distinguem estas duas características? Não percebo.

Acha credível ou, melhor, até que ponto estará você consciente de que o próximo governo será melhor que o actual se a oposição que temos, que como bem concorda, está, neste momento, completamente desorientada?

Porque é que não colocou nessa panóplia de links fúteis a notícia de que Sócrates está inocente do caso freeport? Acho que não é ser razoável, nem muito menos inteligente quando na mesma fonte se poderá achar facilmente esta notícia de que falo.

Meteu Ferreira Leite, meteu Rangel, meteu jornalistas, meteu, de um modo mais discreto o PR, todos eles a denegrirem a pessoa que é neste momento o PM. Meteu famílias ao barulho, cartazes difamatórios e é Sócrates que é a merda? Eu não estou aqui para lhe ferir o orgulho partidário mas há que ter, no mínimo, sensatez, coerência e mente aberta para tratar destes assuntos.

Paulo Novais disse...

Pedir eleições é um direito que me assiste e a qualquer português que não seja serviçal do actual PM.
E são não sabe distinguir as qualidades de ser humano e pessoa, então compreendo esse seu servilismo.

E para ser melhor e mais honesto que este governo, basta ir a Pinheiro da Cruz e escolher.
E por muito desorientada que esteja a oposição, que já esteve menos, nunca chegará a estar tanto como o governo neste momento.

Sócrates está inocente de quê objectivamente. É que há uma grande diferença entre estar inocente ou não se conseguir ou não se deixar provar que está culpado.
E depois devia ter reparado que os os links diziam apenas respeito a noticias vinculadas na imprensa nesse dia.

Mas para isso tem que se estar atento, que não é o caso de quem ainda tenta a todo o custo, até o do insulto e da ironia brejeira. defender o actual PM.

E meu caro socialista, o PM não precisa que ninguém o denigra. Ele consegue isso muito bem sozinho e sem esforço e com a ajuda de pessoas que o defendem cegamente, como o é o seu caso.

E reafirmo. Sócrates é a pior merda que aconteceu a Portugal desde que me lembro.

Paulo Novais disse...

em vez de
*são
deve ler-se
*se

Ze disse...

Insulto e ironia brejeira são os meus pontos fortes num debate...tão qual como sou maquiavélico. Quanto ao socialista que diz que sou, meu amigo, acho que somos todos socialistas neste terrível mundo sem opção, em que basta criticar a oposição e classificar como de resistente um PM que tem levado com muita merda(relativamente ao bota-abaixismo proveniente do PSD), para, consequentemente, ser logo socialista e, consequentemente, praticar servilismo na sua mais pura forma de ser. Mas devo-lhe agradecer esse meu "cartão" que não possuo.

Meu caro social-democrata, eu vejo as coisas como conservador-liberal e apartidário que sou, e noto que, proveniente da direita, temos a sede de poder. Só pensam em poder. País? O que é isso? Todos querem ir para o governo. Ainda hoje Paulo Portas também quis alinhar nesta festa. Mas esqueçamos este futuro acabado partido. Vindo do PSD não há a mais participativa propostas decebte, não há rigorosamente nada. Nem vou falar do verdadeiro servilismo que pratica a todas as corporações. Um espelho daquilo que, no fundo, é: uma verdadeira anedota. Agora pergunto, como é que um governo, que sempre se definiu como verdadeiro(porque agora o PSD já quer ficar com o mérito nesta questão financeira) consegue ser pior que a oposição, mesmo estando, ao mesmo tempo em auto-destruição? É que eu ainda não consegui tornar compatíveis aquilo que você diz serem. Há com cada coisa.

Mais, Mota Amaral...foi ele que disse não haver indícios de trafulhice. Obviamente seguido pelo silêncio da bancada do PSD. Gosto tanto de ver aquelas cabeças inchadas do sapo que engoliram, quando em tempos se riam arrogantemente para o governo. É o que dá não conseguir impor ao governo a imagem que queremos dar.

Paulo Novais disse...

Se no seu primeiro comentário me chama hipócrita, desrespeitoso, pouco inteligente (como quem diz burro) e acha que isso não é insulto ou brejeiro, então eu vou ali e venho já.
Quanto a ser socialista neste mundo neste tal terrível mundo, falará por si com certeza. Porque eu considero que enquanto tiver vontade e inteligência e for vivo tenho sempre opção, seja ela qual for.
Não lhe agradeço o "cartão" social-democrata porque o não sou. Nem me alego apartidário nem conservador-liberal (como pode ser-se liberal e conservador ao mesmo tempo? há pois, no caso dos socialista enganados podem tudo).
Sou mesmo desse tal partido que alega como morto, mas que é a terceira força do parlamento nacional, o terceiro mais votado pelo povo (agora já não se lembra do respeito pelo voto que alegou que eu não possuía, pois não?) e o que mais crescimento demonstrou nas ultimas eleições. Só isso.

Mas vamos ao que interessa. Que os partidos têm sede de governar.
Mas olhe lá, ainda não lhe disseram que o pai Natal é uma invenção da Coca-Cola? Mas isto é o quê? Um nacional carneirismo em que a oposição deve perder a identidade e a vontade de governar só para não incomodar o José Sócrates?
Mas que porra, não! Não é para isso que existem partidos? E eleições? Não é para cada um tentar ser governo?
Não me faça rir. Apesar de tudo sempre o tenho num pouco mais de consideração.
Sabe, a oposição em portugal quer tanto ir para o governo como o PS quer de lá sair. Não seja anjinho.
E como lhe disse antes e volto a repetir, também não seria esta oposição, pelo menos para já, que me faria arquear as bandeira em vitória. Nem sequer me deslumbra. Mas neste momento, e dada o estado em que Sócrates e o PS colocaram o país, tudo será com certeza melhor. Mas repare que eu disse isto na minha primeira resposta ao seu comentário. Tive esta honestidade. Porque se alguma coisa a vida me ensinou foi que, pior do que ser enganado é enganar-me a mim mesmo.

Mas o caro pseudo-qualquer-coisa que não socialista, veio aqui defender desgarradamente o actual PM e o governo PS, acusa a oposição de não ter ideias, de não ter nada, diga lá o que vê de tão bom num lado (PS) e o que eles têm feito para contribuir para o bem da nação. Mostre lá o que vale e deixe-se de chavões de esquerda de mesa de esplanada.
Viu o debate do estado da nação (coma profundo, com prognóstico reservadíssimo. Tão reservado que nem o PM sabe) e os argumentos do PM? Viu as contas que ele consegue fazer com quase a duplicação do numero de desempregados desde que ele é PM? Viu a vergonha da Golden Share? E viu como agora a PT e o governo estão com as calças na mão? Vê estes aumentos encapuçados de impostos que o governo teima em desmentir? E a vergonha do processo com as SCUT?

Para finalizar que já vou longo demais, contra a facto de um tal Mota Amaral que tem a opinião dele (uma merda, na minha) sobre a questão do negócio PT/TVI. Argumento-lhe com o procurador do processo que enviou as escutas para o parlamento. E com o relatório publico em que ele diz que existem indícios muito fortes de envolvimento do PM. Se assim não é, porque é que não divulgaram as escutas? Se não incriminam ninguém? Afinal, já dizia a minha avó, o que não te mata só te fortalece.
Porque meu caro, também dizia a minha avó, quem tem "rabinho" (era a minha avó que dizia) tem medo.
Agora que arranjos ou negociatas houve, para que mais uma vez a culpa morra solteira em Portugal, também neste caso: não sei. Mas gostava de saber, confesso.
Não venha aqui com meia dúzia de frase e chavões feitos, os do costume, e sem argumentos ou sequer suportar o que diz.
Assim é fácil.

Ze disse...

Eu lamento, mas não posso ser mais brejeiro que isto. Aliás, você só me dá razão. Por um lado, você que tanto aborda o tema da política e se diz teórico por definição não sabe nem nunca ouviu o termo liberal-conservador... não recomendo de maneira nenhuma, ir para uma guerra sem armas meu caro conservador. Mesmo tendo o disco do meu pc cheio de artigos de política internacional não lhe vou fazer esse favor. Pesquise tal como eu! Depois diz que o Pai Natal é obra da Coca-cola... Já anda aqui à tantos anos e não é capaz de perceber que o Pai Natal foi uma reinvenção da coca-cola? Já agora, e a Fada dos dentes? Da Pepsi não?

Eu estou disposto a ajudá-lo.

Todos os partidos tentam ser governo... agora há uns que melhor combatem os problemas gerais que outros, em que esses mesmo, mesmo entrando em eleições não têm qualquer base política para governar. Caso do PNR, BE, PCP, verdes, por ai fora... Quanto ao CDS, do qual até concordo com algumas políticas(segurança e educação) não é capaz, não tem pessoas capazes, para tomar conta do país. Não vamos entrar por ai e vamos esquecer de que é o CDS(3º força política quando o PS ganha as eleições sem maioria) apresenta o maior rácio de "interesse pessoal(aldrabices)"/ "tempo no poder".

Como pseudo-não-sei-das-quantas sou capaz de perceber que à um enorme, grande, gigante interesse nacional na exploração da companhia telefónica do Brasil. O Brasil cresce 9% para o ano. Nós 1%. É do Brasil que provém 60% do lucro da PT... Ficariam ambos de calças na mão se a parte da VIVO detida pela PT fosse vendida. Aliás, não só ficaria o governo e a PT como toda uma nação que trabalha nesse sector. Não percebe essa gravidade? Ou sempre preferiu o lucro fácil? Como Pseudo-etc sou capaz de ver e perceber que o as SCUT ainda não foram pagas. Alguém tem de pagar! Desemprego? A culpa é do Socrates. Analfabetismo? Culpa do Sócrates. Uma torneira fechada que pinga? Culpa do Sócrates.

Mota Amaral? Um homem que acaba de entrar na História de Portugal como um dos maiores defensores do Estado de direito e da liberdade. Foi infindável a tentativa de difamação de Sócrates pela oposição. Por ai fora. Uma coisa é dizer que não estou de acordo. Outra coisa é tentar fazer imaginar na cabeça das outras pessoas a nossa maior preocupação. Mas isso você não está a conseguir. Não são tostões nem nada que se pareça. É verdade.

Ze disse...

Há um (à) é (há). Um infindável que é infundada.

Acerca do último tópico só quero explicar que não defendo o PS desgarradamente. Só não concordo consigo!

Paulo Novais disse...

Quanto à Coca-Cola não vou argumentar se inventou o Pai Natal ou reinventou o São Nicolau. Porque isso não adianta nada ao pais. E espero também que seja muito feliz a reinventar a fada dos dentes. Junto com a Sumol, talvez, se é que ainda é portuguesa.

O que eu disse não foi que um liberal-conservador não pode existir. Pelo vistos o senhor alega ser. Apenas disse que são uma contradição, entendida por mim por alguém que nem é carne nem é peixe.
Pode argumentar comigo que se pode ser carne à segunda e peixe à terça. Pois pode. Também se dar uma no cravo e outra na ferradura.
Também se pode oscilar à conveniência do vento, conforme sopra de Sul ou Norte.
Não se pode ter o melhor de dois mundos, meu caro.

E também lhe agradeço a sua ajuda. Nunca fui pretensioso ao ponto de me achar senhor da verdade. Nem parvo o suficiente para não saber reconhecer quando devo aprender, mudar ou evoluir. Bem, no fundo acho que até sou medianamente inteligente para descortinar o bem do mal e o certo do errado (confesso que ás vezes não funciona tão bem como se escreve).

Quanto à PT/Vivo/Telefónica todos sabemos o fim disto. A telefónica vai acabar dona da Vivo, isto de não também dona da PT.
Sabe o que lhe digo. Esta é a sua tal parte conservador a falar. A tal cega que só vê o que lhe convém.
O governo não pode mudar as regras do jogo com ele já a decorrer e porque o adversário está a ganhar. Vai agora alegar que toda a gente sabia das "golden share" e por isso sabiam já as regras do jogo. Bem, acredito (não percebo o suficiente aqui) que haja realmente alguma situação em que a sua utilização seja necessária e essencial. mas como se viu, até o tribunal europeu as proibiu. Por isso...
Eu sei que o seu uso foi anterior à decisão.
Sabe, o governo faz-me lembrar os putos ricos lá do meu bairro (também já fui puto) que traziam a bola nova de capão para a rua para todos jogarem. Só que quando começam a perder pegam na bola e vão-se embora e mais ninguém joga.

Qual foi o argumento do governo?
"A PT é uma empresa de interesse estratégico nacional".
Vamos, assim a modo de um exercício proposto por um ignorante como eu, seguir este raciocínio: se a PT é uma empresa tão estratégica para o interesse nacional, então porque foi privatizada mais de 49%? Porque não ficou o estado detentor do controle da PT desde sempre? E não enganar os accionistas que numa maioria decidiram a venda da Vivo à empresa espanhola?
Porque a bola é minha e se eu não ganhar ninguém joga.
Toda a gente sabia que o puto era dono da bola. E que era uma besta. Mas ninguém o achou capaz de tirar a bola de jogo só porque este não lhe corria de feição.

Porque foi muito bom encaixar todos aqueles milhões da privatização de uma empresa cotada na bolsa nacional (rico exemplo), expandi-la para o estrangeiro com o risco do capital dos accionistas e não do estado (aqui o estado já tinha o dele) até que a coisa não lhe agrada.
Até pode ter sido legal o uso das "golden share". Até pode blá, blá blá...
Mas foi imoral, descredibilizou o mercado nacional, o estado português, as empresas portuguesas e deve ter sido um passo de gigante na cativação de investidores estrangeiros para o nosso país.
Eu também leio um bocado. Não se o meu disco é maior que o seu. Mas também já passei à muito a fase "da minha é maior que a tua". Nem tenho sequer, como já disse, a pretensão de saber mais do que todos. Admito as minhas limitações e sempre que possível faço um esforço para as colmatar.É assim que se é homem.

Li a sua recomendação no post mais recente. E concordo. Realmente a lei laboral foi um pouco melhorada.
Não o suficiente, quanto a mim, mas está realmente menos enguiçada.

Paulo Novais disse...

Também sou adepto do utilizador pagador. Pois claro. Quero lá saber que em Lisboa precisem de mais uma ponte. Desde que seja os lisboetas a pagar, para mim é tinto. bem como as SCUT. Bem como muitas outras coisas. Porque eu em Braga nem SCUT tenho e se quiser ou for obrigado a ir ao Porto pago e não bufo. E basta ver as estatísticas que Braga é uma das cidades em que mais empresas faliram. E a região não é afectada pela crise. E as pessoas da região não têm que procurar trabalho fora? Se os preços das portagens das SCUT são elevados. Isso talvez!? Mas que têm que pagar, têm.

Quanto ao Mota Amaral não vou entrar nesse debate consigo. Não me interessa se o homem é um herói ou um covarde. Ou um democrata ou defensor do calcanhares de Aquiles. Não o jugo por isso, mas sim porque acho que errou. E até os melhores erram. E não faz deles piores. Faz deles humanos. Para mim todo o processo foi muito obscuro e está mal esclarecido. E não faltam deputados da comissão a afirmá-lo ao contrário do que disse. Aliás mantenho o que já disse antes. A culpa morre sempre solteira. Mas não me refiro só a esta comissão. Refiro-me a praticamente todas, porque nunca vi nenhuma a produzir efeitos. É mais uma forma de justificar que uma nação de 10 milhões precisa de 230 deputados e, não faço ideia, mas cálculo que, à boa moda portuguesa, cada comissão ainda dê um "extrazinho" no final do mês. Mas se calhar estou errado. Mas nem vou confirmar que não quero estragar o lanche.
E não quero convencer aqui ninguém de nada. Aliás se já acompanhou este blogue noutras ocasiões, repara que quase nunca ninguém concorda com ninguém aqui. E isso é tão bom. Produz tantos efeitos positivos. estimula a leitura, a pesquisa, a inteligência (bem aqui confesso que ás vezes é mesmo só asneiras, mas...).

Não se preocupe muito com algumas gralhas ortográficas. Eu confesso que uso corrector ortográfico, que é mau. Porque a auto-correcção acaba por lá meter o que não queríamos escreve. E porque nos damos à preguiça e porque estimula pouco a procura do conhecimento. Mas também, doutra forma não seria possível estar a escrever um comentário com quase 10 Km como este.

Ze disse...

Você é um tipo muito confuso...é o que eu tenho a dizer. Também não vou alimentar a conversa, porque você, um homem de verdade, possui mais conhecimentos fantasmagóricos que qualquer criança que pretenda entrar agora na vertente da política. Eu percebo, tá mal...é porque tá mal. Porque se diz que tá mal e porque sim. Eu não li esses 10 km ou 100 como você quiser. Eu de facto, só não vou à procura de conhecimentos porque não tenho mais tempo na busca de mais conhecimentos. Você vê o que quer e eu não o censuro. Boas férias.

Acho que deveria acrescentar a essa inteligência mediana um pouco de racionalismo e imparcialidade(só para não ganhar sempre). Também acrescentar a sua desdcrição "velho do Restelo".

Paulo Novais disse...

Todos somos confusos. Cada um à sua maneira.
As crianças têm uma capacidade. São na sua maioria inocentes e dizem a verdade. Por isso obrigado.
Tudo o resto que escreveu descreve-o a si aos meus olhos, menos o Restelo, que será mais para o Largo do Rato e menos o velho que será mais desconexo e utopista.

Todos vemos o que queremos e como queremos (não adiantou).

Como disse conseguiu quase descrever-se aos meus olhos.
Realmente, boas férias também para si. E muita saúde.