terça-feira, 15 de junho de 2010

Xiu!


Hoje até que as malditas vuvuzelas fizeram algum sentido. Foi uma forma camuflada de vaiar a selecção. No entanto, por favor, arranjem forma que as silenciar! Já não se aguenta assistir a um jogo do mundial, seja ele qual for, com aquele zumbido incessante. Há alturas que dou por mim a olhar de soslaio para me certificar que não estou a ser atacado por nenhuma abelha, pois aquele som mais parece um enxame furioso pronto a atacar o pacato espectador da bola.

O incompreensível é o facto de um adepto estar sujeito a apanhar chuva na moleirinha se for ao estádio num dia pluvioso, pois as normas de segurança não permitem levar guarda-chuvas, ou a ter que deixar a tampa da garrafa de água no caixote do lixo, igualmente por factores de segurança. Agora levar o raio da corneta com um metro, isso já é seguro! E pela segurança dos nossos tímpanos, ninguém se preocupa?! E das nossas cabeças?! Sim, porque aquilo ainda deve aleijar!...

8 comentários:

Paulo Novais disse...

Pois é Sérgio.
A única coisa que nos distingue no Norte em relação ao resto do mundo é que dizemos "boubouzela".

Eu arrisco-me a dizer, que a triste alma que se lembrou desta merda deveria sentar-se numa até ao final do campeonato...
:)

Sérgio Vilan Oliveira disse...

Mais: devia sentar-se numa com a parte larga virada para cima, e com algum aficionado, da agora famosa gaita, a soprar na outra extremidade.

Rui Moreira disse...

loool

Paulo Novais disse...

Hehehe
Sem aditivos oleosos para ajudar...

Mas cá para nós que ninguém nos ouve pois andamos para aqui sozinhos na rua, ouvi por aí dizer que há muitos maridos a oferecer as ditas gaitas de soprar ás esposas.
Será verdade? E porque será?
:-|

Raquel disse...

Paulo: Isso é o que pensa...sozinhos nada!lol

Conte lá o que está para aí a dizer?

A que tipo de maridos se refere? Aos "novos" ou aos da moda antiga?

Conte, conte...

Paulo Novais disse...

Básicamente àqueles que acham que as respectivas andam destreinadas. E mais não digo...
:D

Paulo Novais disse...

Sobre as gaitas, as gaitadas e quem gosta de gaitar, leiam aqui o H na sua "mui sui generis" maneira de ver a dita.
Vale a pena.

Raquel disse...

Quase que fiquei esclrecida...e surpreendida tambem!

hehehe

vou espreitar o Viagra , a proposito, ou não ...:)