segunda-feira, 7 de junho de 2010

9h42m de dia 7 de Junho de 2010

Hoje, mais ou menos por essa hora, senti que Portugal estava mais livre, democrata, mais igual, tolerante, esperançado, enfim feliz...

Depois liguei o portátil e fui ler as noticias dos principais jornais nacionais.

Porra. Afinal não. Afinal não passou de uma forma de desviar a atenção do que realmente é importante. Enfim...

Quadruplicaram as penhoras por dívidas à Segurança Social
Mãe de jovem assassinado protesta contra ineficácia da justiça portuguesa
248 mil em lista de espera para cirurgia
10 mil surdos portugueses sem acompanhamento escolar
Olli Rehn preocupado com descida do euro
9700 sobrevivem com hemodiálise
Ministro diz que está a analisar falta de magistrados no Ministério Público

last, but not least...

Desemprego sobe para 11% em 2010

Pois. Durou p'raí 1 milésimo de segundo. Depois levei com o Portugal real nas trombas.
Tudo às 9h42 de hoje.

4 comentários:

Raquel disse...

"Estou muito contente por ter liderado o Partido Socialista no sentido de fazer o que um humanista deve fazer, acabar com as desigualdades”

Estas seriam as palavras de José Socrates, caso fosse seguidor deste blogue!

Paulo Novais disse...

Pois nem lhe digo quais seriam as minhas, se me passasse sequer pela cabeça que elas o teriam como destinatário.
Ui, o que me vai na lama...

Paulo Novais disse...

*alma e não lama.

Rui Moreira disse...

Deixem lá o homem viver o sonho dele :)